28 de março de 2017

Noite do passado



A noite já desceu sobre o meu corpo
Cobrindo a minha face com tristeza
Neste meu coração acorrentado
Sufoca a minha voz ainda preza.

A noite já cobriu a minha alma
Trazendo a solidão à minha vida
Aguardo no refugio da saudade
Esta dor que me maltrata e me castiga.

A noite traz a sombra do passado
Traz amargo traz a dor que eu não quero
Eu sinto o coração tão apertado
Esquecer-me dessa noite eu assim espero.

Porém a minha noite é bem amiga
A noite não oculta a tua cor
Tu és meu bem meu mal a minha vida
És noite iluminada meu amor.




Enviar um comentário